PESQUISAR


A mulher e o mundo da Comunicação

2017-11-11

Se há actividade onde a presença da mulher mais progrediu nas últimas décadas, é no mundo da comunicação, no país e nos Açores em particular...


Todos os anos saem das universidades cerca de 1.500 licenciados em comunicação social, a maioria dos quais, cerca de 60%, são mulheres.

Não admira, por isso, que as Redacções em todo o país estejam a ser inundadas de mulheres jornalistas, com especial destaque para os Açores, que podem sere considerados como um caso de estudo no fenómeno nacional.

É que na maioria das Redacções do país os homens ainda vão sendo maioritários, mas nos Açores, no presente, as principais Redacções já contam com 30 mulheres jornalistas e 26 homens, quando há 40 anos atrás, no arranque do projecto autonómico regional, contavam-se pelos dedos de uma mão o número de mulheres jornalistas.

Mais importante ainda é que praticamente todas são licenciadas, assumindo-se assim como o género com mais habilitações literárias no meio.

Este movimento crescente do género feminino no mundo da comunicação é, também, benéfico para as outras profissões, porque ganhando mais notoriedade, mais visibilidade, que a própria profissão expõe, torna-se um exemplo que se pode replicar noutras actividades.

no momento em que estamos a viver, presentemente, em que o mundo da comunicação passa cada vez mais pelo mundo digital, com a crescente excitação das redes sociais, as fake news, a banalização do terror e do sangue, a frivolidade da política, o juízo arcaico da mulher adúltera, o sensacionalismo do poder e dos populismos, a ganância, a corrupção e tantos outros sintomas, a que Vargas Losa chamou de “civilização do espectáculo”, é preciso alguém para pôr ordem na casa.

E nada como a sensatez, a sensibilidade e a tal habilidade altruísta que urge convocar para este novo mundo, com o olhar afectuoso, é certo, mas inconformista da Mulher!

|| Osvaldo Cabral Jornalista. Diretor do Diário dos Açores

(Síntese da intervenção por ocasião das comemorações dos 25 anos da UMAR-Açores)

Publicado em Asas da Igualdade, 8 de Novembro 2017

 Ver galeria de fotos

Asas da Igualdade

A partir daqui pode ver Nas Asas da Igualdade: edição mensal da Umar-Açores e publicação no Açoriano Oriental.
A página Nas Asas da Igualdade foi lançada pela UMAR-Açores, integrada no projeto com o mesmo nome, desenvolvido em 2007 Ano Europeu da Igualdade e prossegue desde então até aos nossos dias



NOVEMBRO 2017
D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

GALERIA DE FOTOS

UMAR


Mulheres na Pesca