PESQUISAR


Janela sobre o passado... Maio 2017

2017-05-31

No período que antecedeu a I Guerra Mundial, já se avolumavam, na Europa, as transformações sociais associadas a novos papéis femininos. 


Apesar das classes dominantes defenderem que a família tradicional era o garante da estabilidade contra as ideias e os movimentos radicais, acusando socialistas e feministas de procurarem destruir o casamento e a vida familiar, na realidade, os mais conservadores faziam a apologia da grande família patriarcal, quando a família nuclear moderna (casal e filhos) há muito se afirmara, como modelo comum. De resto, fora a pobreza dos agregados operários que, desde o século XIX, empurrara as mulheres para o mercado de trabalho, enfrentando duras condições e exploração, a fim de engrossarem o orçamento familiar. A esmagadora maioria das atividades femininas tinha a ver com tarefas domésticas e os baixos salá- rios nem permitiam que vivessem sós e independentes. Entre a classe média, porém, as jovens continuavam a preparar-se para a maternidade e o casamento (mesmo que por conveniência).

||Susana Serpa Silva

Em “Asas da Igualdade”, 31 de Maio Açoriano Oriental

 

FOTO:

Um tributo às mulheres operárias Fonte: http://agranderevolucaoindustrial.blogspot.pt

 Ver galeria de fotos



JUNHO 2017
D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

GALERIA DE FOTOS

UMAR


Mulheres na Pesca